Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

03 FEVEREIRO 2013 - 00:05 - Cultura
  • Compartilhe

Índios e beija-flores trazem muito brilho no desfile da Unidos da Piedade, que abre a folia na noite de sábado

O beija-flor, pássaro de grande representatividade no estado, abriu os desfiles da Unidos da Piedade, retratado tanto no enredo quanto na comissão de frente.

Por: Danielle e Oliveira e Natália Mecenas

piedade

Foto: Deivid Dantas

O beija-flor, pássaro de grande representatividade no estado, abriu os desfiles da Unidos da Piedade, retratado tanto no enredo quanto na comissão de frente. Índios resguardavam o carro fechado que trazia 2 casais de bailarinos, um par de índios nativos e um casal de colibris, dançando graciosamente a primeira estrofe do samba: “Voa beija-flor na imensidão”.

Um dos carros alegóricos trazia a figura de um índio, cujas costas, aparentemente descascadas, deixavam transparecer escamas por baixo da pele. Imigrantes que fizeram descendência no estado, como portugueses e italianos, vinham na ala que precedia a bateria.

Descalça e muito animada, a ala que é o coração da escola invadiu a passarela do samba fantasiada de piratas, abrindo espaço para o gigantesco navio que representava a invasão holandesa e transformou o Sambão do Povo em um verdadeiro oceano.

Os produtos agrícolas mais cultivados nas terras capixabas, café e banana, e também nosso ouro negro, o petróleo, também foram vistos na avenida. Outra riqueza daqui, a cultural, foi homenageada em um carro recheado de personalidades, como Leo Bianucci e Bene Santana, e também o cover do rei Roberto Carlos, Fábio Freitas. A Deputada Federal Iriny Lopes entrou na última ala, junto à velha guarda da escola.

No enredo, a fé, a natureza, os índios e os colonizadores cantam a história das belezas e riquezas Espírito Santo, que foi fielmente retratado na avenida. Quem acompanhava o desfile viu passar pelo Sambão cada verso das estrofes em meio a muitas cores, plumas e brilho.

Confira a galeria de fotos aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório