Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

02 FEVEREIRO 2013 - 02:30 - Cultura
  • Compartilhe

Destaques na escola Novo Império, os cadeirantes Wagner e Marcos são exemplos de superação

Os verdadeiros destaques da Novo Império não estavam nos carros e sim no chão. Todos os olhos estavam voltados para a animação e desenvoltura de duas pessoas movidas a rodas, os cadeirantes Wagner Alvarenga e Marcos Vinícius Barcelos. 

Por: Natália Mecenas. Revisão: Danielle de Oliveira

cadeirantes

Foto: Deivid Dantas

Os verdadeiros destaques da Novo Império não estavam nos carros e sim no chão. Todos os olhos estavam voltados para a animação e desenvoltura de duas pessoas movidas a rodas, os cadeirantes Wagner Alvarenga e Marcos Vinícius Barcelos. 

A história dos dois é um misto de superação e alegria. Ambos são para-atletas de natação, campeões nas piscinas, os dois querem também ser campeões na passarela do samba.

Wagner é cadeirante há 13 anos, devido a um acidente automobilístico, e pela primeira vez desfilou em uma escola de samba. Há três anos descobriu a natação, e, nesse tempo, já foi recordista duas vezes e ganhou 14 medalhas em competições nacionais.

O nadador desfilou pela Novo Império a convite do amigo Marcos Vinícius, atual campeão brasileiro de natação paraolímpica, que desfila pela escola desde 1987, antes mesmo do trauma medular por arma de fogo que o deixou paraplégico há 20 anos.

Marcos mostra muito orgulho ao defender sua escola do coração e essa sensação já contagiou Wagner, que descreveu sua experiência dizendo que desfilar “é uma sensação de liberdade maravilhosa”. O para-atleta já pegou tanto o gosto pelo samba que irá desfilar também na Pega no Samba, penúltima escola da noite.

Sobre poder participar da folia, Wagner afirma que está muito feliz e deseja que 2013 seja um ano diferente, esperançoso pelo surgimento de novas oportunidades e espaço para os cadeirantes.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório