Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

11 NOVEMBRO 2014 - 12:30 - Cidades
  • Compartilhe

Moradores de Vitória podem pedir isenção do rotativo

Solicitação pode ser feita a partir desta quarta-feira (12) pelos moradores das ruas que receberão o estacionamento rotativo

1
Foto: André Sobral

O estacionamento rotativo de Vitória começa a funcionar na próxima segunda-feira (17). Enquanto isso, os moradores das ruas que já receberam os parquímetros podem solicitar isenção no pagamento do estacionamento a partir desta quarta-feira (12), na Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran).

Os cidadãos que não possuem garagem ou que têm mais de um veículo por vaga terão direito a um cartão provisório de isenção do rotativo, com validade de 60 dias. Durante esse período, a Setran irá analisar as solicitações para emitir os cartões definitivos. 

O imóvel residencial deve estar localizado em uma das vias regulamentada pelo sistema de estacionamento rotativo ou em esquina com as vias. São elas: ruas Sete de Setembro, Rosário e Graciano Neves, no Centro; e ruas Aleixo Netto, Elesbão Linhares, Fortunato Ramos, Saul Navarro, Chapot Presvot, Joaquim Lírio e avenida Rio Branco, na Praia do Canto. 

Ao todo, o estacionamento rotativo de Vitória irá disponibilizar 1.849 vagas na Praia do Canto, 800 no Centro e 350 em Santa Lúcia, totalizando 2.999 vagas. Os usuários pagarão R$ 1 para 30 minutos de estacionamento, R$ 1,50 para uma hora, R$ 2 para duas horas e R$ 3 para três horas na vaga. 

Documentos
Para solicitar a isenção, basta procurar a Coordenação do Estacionamento Rotativo, localizado na Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran), no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac), na Praia do Suá. O atendimento acontece das 9 às 17 horas. 

Além dos critérios de residência, quem solicitar o cartão de isenção do estacionamento rotativo precisa apresentar ao órgão municipal, no momento do requerimento, os seguintes documentos: comprovante do IPTU do imóvel em dia com o pagamento ou devidamente quitado; comprovante oficial de residência (luz, água, telefone, etc.) do mês corrente ou imediatamente anterior; cópia do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo – CRLV do ano vigente ou imediatamente anterior; Certidão de Registro de Imóveis dentro do prazo de validade 30 (trinta) dias; Contrato de aluguel vigente devidamente registrado em cartório entre as partes; Carteira de Identidade e CPF. 

*Com informações da Prefeitura de Vitória

Comentários

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
 
Marcos Marcos
30/11/2014 às 07h17 Responder

Para quem vai os 68% da arrecadação com o estacionamento? O que esse "beneficiado” faz pela população? E pela rua que ele explora o espaço público? Tem que deixar isso claro, afinal acabaram com o pedágio da ponte para criar um leão faminto que são esses parquímetros. O leão que se reproduzir, comendo tudo que acha pela frente, e vai comer agora em Jardim da penha e em Jardim Camburi, bairros residências, qual a explicação? Fome de dinheiro sem retorno como a maioria dos impostos deste país, é pior do que o Imposto do Marinha (SPU)- que em todas as eleições, os políticos vira-latas prometem acabar com ele.