Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

01 AGOSTO 2019 00:00 Cotidiano
  • Compartilhe

Curiosidades do ES: Quem foi Fernando Ferrari?

A avenida Fernando Ferrari é central no cotidiano de turistas e moradores de Vitória. Mas quem foi a personalidade que deu esse nome à via?

Por: Redação Sou ES

1
Foto: Vilamir Azevedo

selo

A avenida Fernando Ferrari, localizada em Vitória, capital do Espírito Santo, é uma das mais movimentadas da cidade. A via possui cerca de cinco quilômetros e sua importância reside no fato de que a avenida faz ligação entre a capital e município da Serra, desembocando ainda, na ponta oposta, na Avenida Nossa Senhora da Penha – ou mais conhecida como Reta da Penha. Esta, por sua vez, conduz ao município de Vila Velha.

Até 2018, sua extensão abrigava, além do campus Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo, a entrada do Aeroporto Eurico de Aguiar Salles – que ganhou um novo terminal e, assim, mudou sua entrada para a Avenida Adalberto Simão Nader. A via passou por reformas entre 2003 e 2013, resultando na ampliação de duas para três faixas por sentido.

Mas e quem foi Fernando Ferrari?
2
Quem pensa que a personalidade que deu nome a essa avenida era capixaba está muito enganado. Gaúcho, Fernando Ferrari foi um importante economista e político brasileiro que viveu entre 1921 e 1963. Ele fez parte do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e do Movimento Trabalhista Renovador (MTR).

Em 1944, bacharelou-se em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre e, em 1958, formou-se em Direito, pela Universidade do Distrito Federal, na época, localizada no Rio de Janeiro. Seu filho, que levou o seu nome, é hoje professor aposentado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Aos 25 anos, denunciou à imprensa um episódio de corrupção no antigo Serviço de Alimentação da Previdência Social (Saps), onde trabalhava. Após a denúncia, pediu demissão de seu cargo e retornou ao Rio Grande do Sul, onde filiou-se ao PTB, integrando, então, a Ala Moça do partido.

No ano seguinte, candidatou-se e conseguiu se eleger como deputado estadual. Em 1950, exerceu um mandato de deputado federal, reelegendo-se em 1954 e 1958. Em 58, ele foi, inclusive, o candidato a deputado federal mais votado no Brasil, somando 147.996 votos. Defendia, em suas campanhas, governanças éticas e honestas. Além disso, envolveu-se com a Reforma Agrária e foi responsável por elaborar o Estatuto do Trabalhador Rural, aprovado em 1963 - ano de sua morte em decorrência a um acidente de avião.

Curiosidades do Espírito Santo
O Sou ES conta com um selo especial para os textos pertencentes à série “Curiosidades do Espírito Santo”. Os textos e matérias que possuírem esse selo trarão sempre fatos e informações curiosas sobre a origem dos nomes das praças, dos bairros e dos municípios do nosso estado, bem como sobre outras terminologias populares e fatos importantes. O objetivo é colaborar para a valorização da história do Espírito Santo, bem como para a formação de uma identidade local.

Quer sugerir algum assunto para abordarmos aqui no Sou ES? Envie sua dica clicando aqui!

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório