Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

30 NOVEMBRO 2018 00:00 Cultura
  • Compartilhe

Capixabas representam ES em evento internacional de música

André Prando, Mudo, Gabriela Brown, My Magical Glowing Lens e outros farão shows durante a Semana Internacional da Música em São Paulo 

Por: Isabella Mariano

subtropico
A Casa Subtrópico está atualmente localizada no Centro de Vitória | Foto: Reprodução/Facebook

Importante evento para o universo musical, relevante em aspectos criativos e comerciais, a Semana Internacional da Música (SIM) realizará sua sexta edição em São Paulo entre os dias 5 e 9 de dezembro. O encontro vai contar com 70 painéis colocando o novo mercado da música em foco e centenas de profissionais de todo o Brasil e do mundo. O evento também vai promover shows, palestras, debates, workshops, entre outras atividades que visam conectar as pessoas e estimular novas parcerias.

O Espírito Santo não vai ficar de fora dessa edição e será representado pela produtora capixaba Subtrópico que participará de um evento na casa colaborativa Fauhaus, no dia 7 de dezembro, com uma série de novidades musicais. A produtora levará os shows dos trabalhos recém-lançados da banda Mudo, com o EP “Não sei se soma ou ausência”, e do cantor André Prando, com o disco “Voador”. A noite se completa com a apresentação do duo lusitano Lavoisier.

Gravado em janeiro deste ano no estúdio Subtrópico, o EP “Não sei se soma ou ausência” da banda Mudo conta com três faixas, intituladas “Volta”, “Vai” e “Fica”. O trabalho conta com arranjos e guitarras por Gil Mello, baterias por Henrique Paoli e baixos por Pedro Moscardi. O foco do disco é construir e reconstruir memórias afetivas através da ausência, aproximar afetos e diminuir distâncias. Tudo isso tecido através do ar melancólico e psicodélico das músicas.

“A SIM São Paulo concentra grande parte da produção nacional e internacional, desde dezenas de shows, rodas de conversa, seminários, conferências, voltados para o mercado da música atual. Participar de um evento dessa proporção, ainda mais para o Mudo, que acabou de lançar um EP, é uma oportunidade incrível de se apresentar para um público interessado e especializado”, afirma Gil Mello.

andre
André Prando levará o show do seu mais novo álbum intitulado "Voador" | Foto: Marcela Bicalho

Já o disco “Voador”, segundo do cantor André Prando, entrou recentemente nas plataformas digitais, após o EP “Vão” e o álbum “Estranho Sutil”. Natural de Vitória, o artista se joga em 12 músicas inéditas mergulhadas em muita psicodelia, com produção musical de Jr Tostoi e Henrique Paolli. O disco foi viabilizado por meio de uma campanha de financiamento coletivo que chegou a ultrapassar a meta e é um lançamento Sony Music Brasil com o Selo Novíssima Música Brasileira.

“A participação dos artistas capixabas nesse evento de nível internacional prova que a nossa produção está conectada com o cenário contemporâneo e é relevante o suficiente para fazer parte da SIM São Paulo”, explica o produtor Heitor Righetti. Para ele, a participação neste evento também é um passo importante para a Subtrópico, que atua há quatro anos no cenário capixabas, já tendo produzido cerca de 300 shows só com artistas com composições autorais.

Noite Capixaba
Além da participação da Subtrópico, a SIM São Paulo promoverá ainda um evento especial com diversos artistas do Espírito Santo. A Noite Capixaba acontecerá no dia 8 de dezembro, no Presidenta Bar e Espaço Cultural, na localizado na Rua Augusta. A programação inclui shows dos capixabas My Magical Glowing Lens, Cainã e a Vizinhança do Espelho, Severino, Gabriela Brown e Auri, além do DJ Morelo nos intervalos. Haverá ainda a participação da banda Suspechos (SP) e espaço para improvisação. Para mais informações sobre o evento, clique aqui.

Saiba mais nos sites subtropico.bandcamp.com e www.simsaopaulo.com.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório