Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

04 AGOSTO 2015 - 01:00 - Cultura
  • Compartilhe

Tempo e saudade são temas do novo livro de Isabella Mariano

"Cortes Lentos" será lançado no dia 6 de agosto, na Kaffa Cafeteria, em Vitória. Na ocasião, o livro será vendido a R$20.

Por: Redação Sou ES

isabella
Aos 23 anos, autora lança seu segundo livro

Após menos de dois anos desde o lançamento de seu primeiro livro, a escritora Isabella Mariano se prepara para publicar sua segunda obra. “Cortes Lentos” será lançado no próximo dia 6, a partir das 19 horas, na Kaffa Cafeteria, em Vitória. No dia, a obra estará à venda pelo valor de R$20.

capa

Com 59 poemas, o novo livro aborda com mais profundidade a dor e a existência humana de forma geral, talhando os versos de uma maneira ainda mais intimista. Temas como tempo, saudade e esperança fazem parte de toda a obra – que será publicada pela Editora Pedregulho.

“A maior parte dos poemas foi escrita após a morte do meu melhor amigo, Saulo. É inevitável, para o poeta, falar do que sente. Aliás, é o que mais sabemos fazer. Então, por isso, digo que escrevi esse livro em memória do Saulo. Porque tudo o que escrevi foi tentando lidar com a dor da saudade que ainda sinto”, afirma Isabella.

Como a autora afirma, o livro foi feito em memória de Saulo Ferreira Tavares, que faleceu em fevereiro deste ano e é o responsável pela ilustração de capa do livro. Com prefácio de Juane Vaillant, a obra conta ainda com Produção Editorial de Marília Carreiro. 

A autora
Isabella Mariano tem 23 anos e, além de escritora, é formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Tem influência de escritores como Carlos Drummond de Andrade e Paulo Leminski. Seu primeiro livro foi lançado em dezembro de 2013, recebendo o título de "gotas", e está disponível para leitura online gratuita.

Lançamento

No dia 6 de agosto, das 19 às 21 horas, será realizado o lançamento do livro de poemas "Cortes Lentos", da escritora Isabella Mariano, na Kaffa Cafeteria, em Vitória. Para mais informações sobre o evento, clique aqui.

Enquanto isso, confira alguns dos textos presentes em “Cortes Lentos”:

o grande mestre me falou em versos
sobre um amanhecer mais sombrio que a noite
à época, sorria abestalhada
feito moça apaixonada
e andava com o livro de carlos
como quem anda com uma bíblia debaixo dos braços
mas que trágico fim levei, afinal!
dia desses, pude ver
o que o poeta escrevera, enfim
era mesmo real

---

partir é ir
enquanto fica
é dividir
enquanto multiplica
recomeço
e também fim
partir é quebra
fissura, dor
partir é virar dois ou mais
enquanto a lágrima da saudade
cai

---

o que é a saudade
senão um corte lento e profundo
do tempo na alma
da lâmina na carne
do luto no gozo
do pavor na coragem

e que espera ansioso
aflito e afoito
pela cicatriz
que nunca chegará

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório