Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

Eventos

CineSesc Glória: Março 2018

CineSesc Glória: Março 2018

  • Compartilhe

Em homenagem às mulheres, o CineSesc Glória preparou para março uma programação recheada de ótimas opções de filmes. Durante o mê de março, 12 curtas e três longas dirigidos por mulheres brasileiras e de outras nacionalidades serão exibidos, nas salas de cinema Marien Calixte e Cariê Lindenberg, no Centro Cultural Sesc Glória, em Vitória.

Além da programação regular, uma sessão especial, no dia 10 de março, às 17 horas, será dedicada às produções capixabas seguida de bate-papo com as diretoras.

Confira a programação completa: 

 

- Longas

 

BODY, de Malgorzata Szumowska
Drama, Polônia, 2015, 90’, Cor, Legendado
Na Polônia dos dias de hoje, um perito criminal, sua filha anoréxica e a terapeuta da garota – que acredita poder se comunicar com pessoas mortas – têm suas histórias entrelaçadas. Nessa trajetória, defrontam-se três abordagens radicalmente diferentes sobre o corpo e a alma.

 

Em cartaz: 01, 07, 14, 20, 25 e 31/03, às 18h20

 

ASSIM QUE ABRO MEUS OLHOS, de Leyla Bouzid
Drama, Tunísia/França/Belgica, 2015, 102’, Cor, Legendado
Túnis. Verão de 2010. Poucos meses antes da revolução. Farah tem 18 anos e está recém-formada, mas sua família já a vê como uma futura médica. Ela, no entanto, não pensa da mesma forma e tem como atividade preferida cantar em uma banda de rock engajada, com músicas que abordam temas políticos. Seu único plano no momento é aproveitar a vida intensamente, beber, descobrir amores, e sua própria cidade durante a noite. Tudo isso contra a vontade de sua mãe Hayet, uma mulher que conhece muito bem a Tunísia e os seus perigos.

 

Em cartaz: 02, 08, 15, 21, 27/03 e 01/04, às 18h20

 

COMO ESQUECER, de Malu de Martino
Drama, Brasil, 2010, 99’, Cor
Júlia (Ana Paula Arosio) é uma professora de literatura inglesa, 35 anos, que luta para reconstruir sua vida depois de viver uma intensa e duradoura relação amorosa. Em meio a uma série de conflitos internes e diante da necessária readaptação para uma nova vida, não disfarça sua dor enquanto narra suas emoções. Ao longo do filme, ela vai encontrando e se relacionando com outras pessoas que também estão vivendo cada uma a seu modo, a experiência de ter perdido algo muito importante em suas vidas. Uma trama instigante que fala de pessoas comuns enfrentando os desafios de superar as dores do passado e a busca por uma nova chance de encontrar a felicidade.

 

Em cartaz: 03, 09, 16, 22, 28/03 e 03/04, às 18h20

Sessão Especial Diretoras em Foco
Exibições de curtas produzidos no Espírito Santo, seguido de debate com as diretoras. A perspectiva deste momento é abrir um canal de diálogo e reflexão a respeito da produção cinematográfica realizada por mulheres.

 

Em cartaz: 10/03 às 17h.

 

- Sessão de Curtas-Metragens 1 I Duração: 73 min
Em cartaz: 04, 11, 17, 23, 29/03 e 04/04, às 18h20

 

FILHOS DA LUA NA TERRA DO SOL, de Danielle Bertolini
2016, Cuiabá (MT), 16 min, Documentário
O filme trata de forma poética a relação entre pessoas albinas e o sol de Cuiabá, considerada uma das cidades mais quentes do Brasil.

 

CARNAVALHA, de Áurea Maranhão e Ramusyo,
2016, São Luís (MA), 16 min, Ficção
Uma jovem é perseguida por um estrangulador em um dia de carnaval.

 

ESTADO ITINERANTE, de Ana Carolina Soares
2016, Belo Horizonte (MG), 25 min, Ficção
Vivi quer escapar de uma relação opressora. Em período de experiência como cobradora de ônibus, ela trabalha desejando não voltar para casa. A semana passa rápido, entre as paradas no ponto final e o itinerário. Os encontros com outras cobradoras fortalecem a mulher trabalhadora e seu desejo de fuga.

 

BANHO DE CAVALO, de Michele Saraiva e Francis Madson
2016, Porto Velho (RO), 6 min, Ficção
Micronarrativas poéticas sobre uma árvore (Castanheira), uma Amazônia, corpos e sujeitos como invenções de determinados pensamentos hiperbolizados da região.

 

Meu Tio Que Me Disse, de Vanusa Angelita Ferlin
2015, Florianópolis (SC), 10 min
Tatiana é uma menina muito curiosa e está intrigada com o fato de toda a cidade estar eufórica com a data de Natal. Numa manhã de dezembro, sua mãe se depara com a pergunta: Papai Noel existe mesmo?

 

- Sessão de Curtas-Metragens 2 I Duração: 62 min
Em cartaz: 06, 13, 18 e 24/03, às 18h20

 

A BATALHA DE SÃO BRÁZ, de Adrianna Oliveira
2016, Belém (PA), 26 min, Documentário
Mercado de São Bráz, Belém, Pará, Norte do Brasil. Durante o dia, o espaço é uma feira em um prédio histórico abandonado, construído em uma época de grande riqueza na cidade. Mas nos sábados à noite, o lugar se transforma no palco da Batalha de MC’s.

 

SOLON, de Clarissa Campolina
2016, Belo Horizonte (MG), 16 min, Ficção
Uma fábula sobre o surgimento do mundo. Solon habita o espaço árido e infértil. Aos poucos, ela se destaca da paisagem, aprende a se movimentar e explorar seu corpo. Verte água por suas extremidades e inicia sua missão de regar e nutrir a terra. Nasce o mundo. Nasce a mulher.

 

ORQUESTRA INVISÍVEL LET'S DANCE, de Alice Riff
2016, São Paulo (SP), 20 min, Documentário
A história de Seu Osvaldo, o primeiro DJ do Brasil.

 

- Sessões Infantis

 

OS SERVIÇOS DE ENTREGA DA KIKI, de Hayao Miyazaki
Animação, Japão. 1989, 102’, Cor, Dublado
Ao completar 13 anos, seguindo a tradição de todas as bruxas, Kiki deve se mudar para uma cidade na qual não haja nenhuma bruxa e passar lá um ano morando sozinha numa espécie de ‘estágio’. Após achar uma bela cidade à beira mar, Kiki e seu gatinho Jiji tentam se adaptar à nova vida.

 

Em cartaz: 03, 10, 17, 18, 24, 25, 31/03 e 01/04, às 14h30

 

O GRILO FELIZ E OS INSETOS GIGANTES, de Walbercy Ribas e Rafael Ribas
Animação, Brasil, 82’, Cor

 

É um longa metragem de animação brasileiro, lançado em 9 de janeiro de 2009. O filme foi produzido pela Start Desenhos Animados, com direção de Walbercy Ribas e Rafael Ribas. O filme é a continuação do longa "O Grilo Feliz" lançado em 2001. O Grilo feliz conta a história de um grilo que canta espalhando alegria para seus amigos. Um dia, o Grilo Feliz descobre fósseis gigantes, é onde começam os problemas, os quais serão enfrentados contra a vilã Trambika. Além do Grilo, existe Pétala, a qual o Grilo Feliz se apaixona, e o grupo de sapos rapers, que querem gravar um CD e ganharem fama.

 

Em cartaz: 04 e 11/03, às 14h30.

Cidade
Vitória

Local
Centro Cultural Sesc Glória

Endereço
Av. Jerônimo Monteiro, 428 - Centro, Vitória
Telefone
Não informado
Data
01/03/2018 até 31/03
Horário
00h00
Preço
Entrada franca
Vendas
-


Cheque as informações antes de sair.
Os horários, preços e formas de pagamento podem ser alterados sem aviso prévio.Reportar Erro

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório