Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

Eventos

15° Festival Nacional de Teatro de Vitória

15° Festival Nacional de Teatro de Vitória

  • Compartilhe

A cidade de Vitória está com tudo pronto para receber sua 15ª edição do Festival Nacional de Teatro, trazendo grandes peças nacionais e capixabas com temáticas diversas e para todos os públicos. Neste ano, a programação acontecerá em duas estapas: de 13 a 21 de outubro e, depois, de 9 a 14 de novembro. 

E o melhor de tudo: toda a programação é gratuita, sendo necessário chegar ao local da peça com uma hora antes de antecedência para retirar o ingresso. 

Confira a programação:

I ETAPA - 13 a 21 de outubro de 2019 

13 de outubro (domingo) – 19h30 – Centro Cultural Sesc Glória
Espetáculo: Blow Elliot Benjamin
Grupo: G2 Cia de Dança (Teatro Guaíra – Curitiba/PR)
Classificação: Livre

Sinopse: Após ser diagnosticado com câncer no pâncreas e tendo apenas seis meses de vida, Elliot decide mudar seus hábitos. Para aproveitar o pouco tempo que lhe resta, abandona o trabalho, deixa de pagar a hipoteca da casa e desfaz-se dos poucos bens que possuía - mantém apenas um terno com o qual deveria ser enterrado; compra um jazigo, faz uma apólice de seguro e resolve viver seus últimos dias numa farra de gastanças com a esposa. Passados seis meses, porém, Elliot continua vivo e seus sintomas desaparecem. Ao procurar seu médico, submete-se a novos exames que, para sua surpresa, resultam numa pancreatite curável. Um ano depois de seu primeiro diagnóstico, todos, estranhando seu "excesso de vida", passam a cobrar-lhe os favores que foram concedidos por conta de seu grave estado de saúde. Acuado, guarda segredo sobre o diagnóstico falso.

14 de outubro (segunda-feira) – 19h30 – Palácio da Cultura Sônia Cabral
Espetáculo: Quando Acordar a Cidade
Grupo: Cena Diversa (Vila Velha/ES)
Classificação: Livre

Sinopse: Artistas da Radio Alecrim chegam a mais uma cidade adormecida. Suas estórias entram nos sonhos dos que dormem, despertando-os para a alegria da cultura compartilhada e da canção popular brasileira. 

15 de outubro (terça-feira) – 20h – Teatro Universitário da Ufes
Espetáculo: La Cena
Grupo: G2 Cia de Dança (Teatro Guaíra – Curitiba/PR)
Classificação: 12 anos

Sinopse: La Cena é um espetáculo de dança-teatro com texto e direção de Cleide Piasecki criado para o G2, Cia de Dança do Teatro Guaíra. Inspirado em contos e personagens e de E. T. A. Hoffmann (“Quebra-Nozes & Camundongo Rei” e o “Homem de Areia”); Neil Gaiman (“Sandman”) e nos Ballets Russes (1909 a 1929) de Serguei Diaguilev, uma companhia que influenciou o balé contemporâneo. Com doses de humor e ironia o espetáculo conta a história de um grupo de empregados contratados para trabalhar na mansão do Sr. Stahlbaum durante os preparativos das festas de final de ano. Após alguns acidentes na cozinha todos mergulham em um sono profundo o que acaba despertando seus desejos mais secretos e inconfessáveis pesadelos. 

16 de outubro (quarta-feira) - 20h
17 de outubro (quinta-feira) 15h (intérprete de Libras) e 20h

18 de outubro sexta - 10h
Espetáculo: Memórias de um Cão
Local: Palácio da Cultura Sônia Cabral
Grupo: Coletivo de Teatro Alfenim (João Pessoa/Paraíba)
Classificação: 14 anos.

Sinopse: Narra a trajetória de ascensão e queda de Rubião, um mestre-escola interiorano que, às vésperas da abolição da escravatura, se muda para a Corte, após receber uma herança de seu benfeitor, Quincas Borba, um típico escravocrata, autodenominado filósofo, que ocupa seus dias ociosos de proprietário e rentista com especulações amalucadas sobre a “natureza humana”. Tornado capitalista da noite para o dia, Rubião irá flanar pelas ruas elegantes de um Rio de Janeiro em processo vertiginoso de modernização, buscando inserir-se num círculo de relações de favor, marcadas pelo preconceito de classe e pela futilidade de um mundo apartado do trabalho. 

16 de outubro (quarta-feira) - 20h - Teatro Universitário da Ufes
III Mostra Paralela Vera Viana
Espetáculo: A Barca do Inferno
Grupo: Grupo Arte Oficina
Classificação: 10 anos

Sinopse: Muitos falam sobre a vida após a morte, mas ninguém sabe explicar ao certo para onde iremos. Existem dois caminhos completamente opostos: o céu e o inferno. Isso será mostrado pelo Grupo de Teatro Arte Oficina na releitura bem-humorada de “Auto da Barca do Inferno”

17 de outubro (quinta-feira) - 20h - Teatro Universitário da Ufes
III Mostra Paralela Vera Viana
Espetáculo: Nem Todos Podem Voar
Grupo: GETA
Classificação: Livre

Sinopse: O espetáculo tem como referência a obra “Peter Pan” de J.M. Barrie. Nessa releitura da história do menino que não queria crescer os meninos perdidos são adolescentes de todos os lugares, aqueles que trabalham para ajudar em casa, e em seus poucos momentos de diversão se juntam para brincar e retornar à infância que o mundo capitalista atual tirou deles. As piratas são mulheres que se envolvem nas brincadeiras dos meninos para entrarem no mundo juvenil e resgatar a conexão com filhos, primos, amigos, mas são manipuladas pelo Capitão Gancho, que está sempre lhes impondo serviços. O grande conflito entre Gancho e Pan envolve desde a obediência até a inveja que um tem do outro. As brigas e momentos de violência foram substituídos na peça por jogos e brincadeiras de rua como “pedra, papel, tesoura”, “pique-pega” e brincadeiras de roda. Em um período em que tanta violência entre adolescentes e jovens nos aflige tentamos abstê-las em nosso espetáculo. Em meio a tudo isso Wendy faz o papel de transição entre o mundo real, do trabalho e do estudo, e o mundo imaginário de fantasia da Terra do Nunca.

18 de outubro (sexta-feira) - 15h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: Deus Negro
Grupo: Cia Teatro de Gente (Montanha/ES)
Classificação: Livre

Sinopse: O espetáculo é a simbiose dos descritos castigos e crueldades do poema Navio Negreiro de Castro Alves e a forma contundente de Neimar de Barros nos conduzir a uma reflexão sobre Deus e sua existência. Deus não é branco, não é vermelho, não é amarelo, não é negro. Deus é Amor. E o Amor não é branco, não é vermelho, não é amarelo, não e negro. Mas também se pode dizer, com a mesma verdade, que o Amor é branco, é vermelho, é amarelo, é negro. E Deus também. Deus e o Amor estão em todos os povos, em todas as raças, em todas as cores. Estão no homem culto e no analfabeto, no pobre e no aleijado, na criança e no velhinho, no louco e na prostituta. Só não estão no ódio e no egoísmo! Deus Negro envereda-se por entre o amor e o ódio, entre a doação e o egoísmo, a caridade, a fraternidade e o amor ao próximo, nos levando invariavelmente à pergunta: “E quando chegar a minha hora?” tornando-se um fenômeno na comunicação humano-racial. Seus versos chegam ao coração, tocam a mente, alcançam o espírito: exigindo mudança de vida, diária para melhor. 

18 de outubro (sexta-feira) – 19h – Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: Lampião, Herói ou Ladrão?
Grupo: Modéstia Parte Grupo de Teatro (Bertópolis/MG)
Classificação: Livre 

Sinopse: Virgulino Ferreira da Silva nasceu em 7 de julho de 1897 (de acordo com o registro civil) ou em 4 de junho de 1898 (a certidão de batismo) em Serra Vermelha, Pernambuco. O apelido Lampião decorre da facilidade que Virgulino tinha no manejo do rifle, que, de tanto atirar, mais parecia um candeeiro aceso nas escuras noites da caatinga. Lampião não só atacava os ricos e poderosos – às vezes se amigava com eles. Para os amigos, deixava de agir em certos territórios, fornecia homens quando necessário, vingava-se de seus inimigos e fazia outros serviços. O mesmo valia para os sertanejos comuns, os costeiros. Eles davam abrigo, armas, mantimentos e informações sobre a localização das volantes, e recebiam proteção em troca. Entre cangaceiros e policiais igualmente violentos, os agricultores se viam divididos – e, por isso, Lampião era considerado por muitos um herói. Para uns, um ídolo. Para outros um assassino, foi ao céu e ao inferno e não pode ficar. Lampião, uma das figuras mais misteriosas da história do Brasil, passou a vida sendo temido e idolatrado pelas pessoas que aterrorizava e amparava.  

19 de outubro (sábado) - 10h - Parque Moscoso
Espetáculo: O Caipora e a Floresta
Grupo: Cia Nós da Arte (Rio de Janeiro/RJ)
Classificação: Livre

Sinopse: A peça trata da importância de preservação das florestas, desta forma levamos as crianças para o mundo do folclore, para melhor entendimento. Chegam à floresta dois lenhadores, para colocar abaixo várias árvores e abrir espaço para a construção de uma carvoaria. Mas o que eles não sabiam é que morava nela o caipora e sua ajudante. Quando o caipora sabe que lenhadores querem acabar com a floresta e desta forma afetar a vida dos animais que vivem nela, ele resolve de uma forma esperta expulsar os lenhadores.

19 de outubro (sábado) - 20h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
Espetáculo: Burundanga - A Revolução do Baixo Ventre
Grupo: Paiol de Teatro
Classificação: 12 anos

Sinopse: No dicionário, Burundanga é sinônimo de confusão. Os migrantes João Teité e Matias Cão, vestidos de militares, fazem crer, a uma pequena cidade isolada por uma tempestade, que uma revolução visando a queda do governo está em andamento. Em meio à confusão, Teité se torna comandante da suposta rebelião e passa a tirar proveito das regalias que a situação proporciona, inclusive boa comida, além de se envolver em histórias e vivenciar reencontros, traições políticas e muita bagunça. Bem atual, o texto de Luís Alberto de Abreu gira em torno da tradição reacionária da parte política brasileira, com todos os vícios da prática da coisa pública do país: corrupção, machismo, adesismos e oportunismo.  

20 de outubro (domingo) – 16h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
Espetáculo: A Noite Iluminada (Argentina)
Grupo: Companhia Junco
Classificação: Livre

Sinopse: Companhia Junco apresenta sua primeira criação, um espetáculo para crianças de música e dança, uma versão livre inspirada na história de Ray Bradbury “Switch on the Night”. Canções, danças, poemas e diálogos curtos contam uma história: havia uma vez um menininho que não gostava da escuridão, de noite ele ficava em sua casa triste e sozinho, sempre rodeado de lanternas e lâmpadas. Com o surgimento da Negra, uma garota fantástica, ele consegue perder o medo da noite e descobre toda a beleza que nela habita.  

20 de outubro (domingo) - 20h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
Espetáculo: O Acerto de Contas
Grupo: Gota, Pó e Poeira (Guaçui/ES)
Classificação: 14 anos

Sinopse: Um general e seus alferes, enclausurados numa mesma cela, repassam a tragédia que culminou nas mortes de pessoas bem próximas, suas esposas. Enquanto aguardam julgamento passam a limpo a relação de ambos e discutem sobre o que ocasionou os crimes hediondos que praticaram. O General culpa o Alferes por fazer com que cometesse o mais hediondo crime de sua vida, enquanto o Alferes apresenta os seus porquês, numa relação de amor, ódio, ciúmes e traições. A peça bebe da tragédia de Otelo, de William Shakespeare, e colocam os personagens num espaço atemporal.  

21 de outubro (segunda-feira) - 12h - Praça Costa Pereira
Espetáculo: O Médico à Força
Grupo: Gota, Pó e Poeira (Guaçui/ES)
Classificação: Livre

Sinopse: Adaptação da obra de Molière, famoso dramaturgo francês, a peça narra a história de Sganarelo, um lenhador boêmio, que após uma discussão com a mulher acaba sendo confundido com um médico, e ele só confirma essa profissão quando apanha. Tudo isso ocorre por causa da vingança de Martinha, sua mulher. No cargo de médico à força, Sganarelo vai parar na casa de Geronte, onde deve cuidar de Lucinda, uma jovem que perdeu a voz e precisa recuperá-la rapidamente para se casar. Só que assim como o falso médico, outras farsas rondam aquela casa. O espetáculo, embora cômico e dentro da linha da farsa, traz algumas mazelas da sociedade que servem para uma reflexão, sem, contudo, perder o seu humor. 

21 de outubro (segunda-feira) - 20h - Teatro do Sesi
Espetáculo: Édipo Sem Complexo
Grupo: Cia Teatro Urgente – Vila Velha - ES
Classificação: 14 anos

Sinopse: Teatro performativo a partir do “Édipo Rei”, tragédia grega de Sófocles. Uma paródia que atualiza o mito de Édipo, misturando dança e tragicomédia. Jocasta e Laio, reis de Tebas, ao saberem da terrível profecia do oráculo, revelada por um vidente famoso durante chá de bebê de Édipo, decidem mandar o filho, quando completar quinze anos, para um programa de intercâmbio nos Estados Unidos. Após sessão de análise com Dr. Freud, Édipo faz uma regressão e, enfim, acorda para seu destino, volta para Tebas onde a tragédia será consumada. 

21 de outubro (segunda-feira) - 9h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: O Biombo
Grupo: Escola de Atores de Vitória
Classificação: Livre

Sinopse: O que é o amor? O Biombo traz a história dos encontros e desencontros entre o Palhaço Bufunfa e a Palhaça Mili, intermediados por um Biombo. Bufunfa é um palhaço ingênuo e comilão. Quando encontra Mili, a palhacinha que canta e dança, seu coração se encanta. Mas o conquistador DJ, alcunha de Dom Juan, tenta interferir no romance. Humor, poesia, música e muita confusão. 

21 de outubro (segunda-feira) - 15h - Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: A Bela Quase Adormecida
Grupo: Grupo de Teatro Vitty
Classificação: Livre

Sinopse: A Bela Quase Adormecida é uma princesa que tenta concluir sua história, mas não consegue lembrar como ela foi enfeitiçada para pegar no sono, é atrapalhada por outros personagens de várias histórias. A encantadora princesa é auxiliada por sua mãe, a fada, e a própria bruxa, mas a cada momento é interrompida, pelo Lobo Mau, Chapeuzinho Vermelho, Coelho Maluco, Aladdin, Chapolin e bruxa malvada da Branca de Neve. A fantasia vai contagiar a todos, com alguns contratempos e personagens que arrancarão muitas risadas, num clima de aventura e paixão, deixando mensagens para a garotada. 

21 de outubro (segunda-feira) – 19h30 – Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: Vá de Retro
Grupo: Grupo Dois no Palco
Classificação: Livre

Sinopse: O embate entre a dona de casa D. Derpina e o malévolo Fedegoso, que usa de muitas artimanhas para guiar Derpina para o mal. Mas ele não conta com a poderosa arma de nossa heroína, a sinceridade. A peça é um encontro entre os dois artistas e seus marcantes personagens. D. Derpina é criação do ator Ismael Carlos para suas mídias sociais. O Cão Fedegoso é personagem de Ariano Suassuna vivido por Nara Coelho em recente montagem da EAV.

21 de outubro (segunda-feira) – 20h – Palácio da Cultura Sônia Cabral
II Mostra de Teatro Estudantil
Espetáculo: Para Todo o Sempre
Grupo: Grupo Atos de Teatro (Vitória)
Classificação: Livre

Sinopse: “Para Todo o Sempre” é um spin off da história “Cara Metades”. Luana e Ricardo após ficarem juntos na primeira história, neste esquete, decidem se casar. Mas dúvidas e nervosismo, fazem os noivos desistirem de casar, na hora, em cima do altar, em frente ao Padre e com a igreja lotada. Mas após uma passagem de tempo eles perceberão, a plateia será testemunha o tamanho do amor que um sente pelo outro. Depois disso, eles correrão atrás do Padre para ver se dará tempo ainda deles voltarem atrás e consumar finalmente o casório.

II ETAPA - 09 a 14 de novembro de 2019

DIA: 09 de novembro de 2019 - sábado
LOCAL: Praça Costa Pereira
Espetáculo: A COMÉDIA DA MALDIÇÃO
Grupo: Cia. Brasileira de Teatro Brincante, Crato-CE
Horário: 12:00h
Duração: 60 mim
Classificação: Livre

DIA: 10 de novembro de 2019 - domingo
LOCAL: Centro Cultural Sonia Cabral
Espetáculo: ROMEU E JULIETA
Grupo: Taruiras Mutantes – Vitória - ES
Horário: 16h
Duração: 50 mim
Classificação: Livre

DIA: 10 de novembro de 2019 - domingo
LOCAL: Centro Cultural Sonia Cabral
Espetáculo: UM RECITAL PARA MIGUEL MARVILLA
Grupo: Suely Bispo
Horário: 19:00h
Duração: 60 mim
Classificação: 15 anos

DIA: 10 de novembro de 2019 - domingo
LOCAL: Centro Cultural Sonia Cabral
Espetáculo: NOS TEMPOS DE GUNGUNHANA
Grupo: Klemente Tsamba - Moçambique
Horário: 20:00h
Duração: 60 mim
Classificação: 15 anos

DIA: 11 de novembro de 2019 - Segunda
LOCAL: PRAÇA COSTA PEREIRA
Espetáculo: PALHAÇOS: PATIFES OU HERÓIS?
Grupo: Circo Teatro Capixaba – Patrimônio da Penha - ES
Horário: 12:h
Duração: 50 mim
Classificação: Livre

DIA: 11 de novembro de 2019 – Segunda
LOCAL: Centro Cultural Frei Civitella Del Tronto
Espetáculo: BARULHO D’ÁGUA
Grupo: Companhia Nova de Teatro– São Paulo - SP
Horário: 20:00h
Duração: 50 mim
Classificação: 15 anos

DIA: 12 de novembro de 2019 - terça
LOCAL: Praça Costa Pereira
Espetáculo: ERA SOLO QUE ME FALTAVA
Grupo: Lacarta Circo Teatro – Vitória - ES
Horário: 12:00h
Duração: 50 mim
Classificação: Livre

DIA: 13 de novembro de 2019 - quarta
LOCAL: Praça Costa Pereira
Espetáculo: CARTAS PARA VOCÊ E SEREIA
Grupo: L.A.R. Histórias com Diversões e Grupo ELA de Teatro – Cachoeiro do Itapemirim
Horário: 12:00h
Duração: 45 mim
Classificação: Livre

DIA: 14 de novembro de 2019 – Quinta
LOCAL: Centro Cultural Frei Civitella Del Tronto
Espetáculo: A MULHER QUE MATOU OS PEIXES!!?
Grupo: Teatro Du Beco - Vitória - ES
Horário: 15:00h
Duração: 50 mim
Classificação: Livre

DIA: 14 de novembro de 2019 – Quinta
LOCAL: Centro Cultural Frei Civitella Del Tronto
Espetáculo: VITOR OU VITROLA
Grupo: HB Produções - Cariacica - ES
Horário: 20:00h
Duração: 55 mim
Classificação: Livre

Cidade
Vitória

Local


Endereço
, Vitória
Telefone
(27) 99698-0896
Data
13/10/2018 até 14/11
Horário
00h00
Preço
Entrada franca
Vendas
Os ingressos devem ser retirados 1h antes do espetáculo


Cheque as informações antes de sair.
Os horários, preços e formas de pagamento podem ser alterados sem aviso prévio.Reportar Erro

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório